5 temperos que Ajudam a Controlar o Índice Glicêmico

Parece fácil temperar uma comida com uma pitada (ou mais) de sal. Aliás, o brasileiro gosta bastante de salgar a comida, e especialistas em saúde até recomendam tirar o saleiro da mesa para conter o exagero. Porém, para quem tem diabetes, esse costume pode ser ainda mais perigoso.

Não é apenas o excesso de glicose no sangue que pode causar problemas para os diabéticos. Consumir sal demais pode levar à retenção de líquidos e à pressão alta, quadros que são muito complicados para quem já tem de lidar com o diabetes.

tem diabetes?

 

Mas, então, como dar um sabor especial às comidas? Bem, você não precisa preparar alimentos sem graça. Aposte em temperos naturais que, além de serem mais saudáveis do que os industrializados, oferecem sabores únicos e especiais. E, para ajudá-lo, fizemos uma lista dos melhores temperos para diabéticos!

vinagre-diabetes

Vinagre

As vantagens do vinagre começam com o fato de ele quase não ter calorias. Além disso, é um tempero já bastante utilizado no Brasil e, por isso, não deve ser difícil para você passar a usá-lo mais; seu paladar provavelmente já está acostumado com ele, não é mesmo? Ele também proporciona uma sensação de saciedade maior depois das refeições.

Porém, a melhor característica do vinagre é que ele pode ajudar a reduzir a glicose no sangue, o que faz com que seja uma ótima opção para acompanhar receitas com muitos carboidratos (que causam um grande impacto na glicemia). A porção diária recomendada é de três colheres de chá. E, se você escolher o vinagre balsâmico, que é um tipo mais nobre, também vai aproveitar as propriedades antioxidantes e os benefícios que ele traz para o processo digestivo.

alho-diabetico

Alho

Mais um tempero com o qual você não vai ter problemas para se acostumar. O alho é rico em selênio e germânio, tem ação antioxidante, antibactericida e antifúngica e também funciona como anti-inflamatório. Além disso, ele ajuda a regular o sistema imunológico.

Para os diabéticos, o alho traz o benefício de transportar fitonutrientes, como a quercitina e os sulfuretos, substâncias que ajudam a combater o diabetes e a reduzir o colesterol. Comer alho com frequência também colabora para baixar o triglicérides e a estabilizar a pressão sanguínea.

Outro componente útil do alho é a alicina, que, além de controlar a glicose no sangue, é antibiótica, reduz o colesterol, atua contra a hipertensão arterial e é anticancerígena. Por isso, passe a acrescentar o alho a carnes, molhos, arroz etc. Mas, cuidado: consumi-lo cru pode provocar azia.

oregano-diabetes

Orégano

Ótima opção para substituir os temperos industrializados (que costumam ser ricos em sódio), o orégano é excelente para a saúde. Ele tem propriedades medicinais e, entre os benefícios que traz para o nosso corpo estão: ação antioxidante com ácido fenólico e flavonoides, auxílio para a digestão e controle do diabetes.

Um estudo da Universidade de Franca, no interior de São Paulo, mostrou que o orégano pode reduzir os níveis de glicose no sangue. Os pesquisadores isolaram o ácido rosmarínico, tirado do óleo essencial do orégano e, em um ensaio com camundongos diabéticos, descobriram que ele era mais eficaz do que o remédio comercial usado para controle!

Segundo os pesquisadores, o extrato à base de orégano utilizado no estudo foi capaz de manter o equilíbrio do nível de glicose no sangue e evitar que acontecessem grandes baixas, que são uma consequência desagradável de alguns medicamentos que estão no mercado atualmente.

pimenta-caiena-diabetes

Pimenta caiena

Esse tempero delicioso aquece o nosso corpo e, assim, aumenta o metabolismo, o que faz com que a gordura seja queimada mais rapidamente. Além disso, ele tem excelente ação anti-inflamatória, ajuda a combater a dor de cabeça e as dores musculares, alivia o congestionamento nasal e melhora a imunidade.

A pimenta caiena tem uma substância chamada capsaicina que, se consumida com moderação, pode ser muito benéfica para os diabéticos. A capsaicina tem a capacidade de diminuir inflamações e reduzir os sinais de dor que o corpo manda para o cérebro. Por isso, quem sofre de neuropatia diabética pode usá-la como analgésico natural! Afinal, além de deliciosa, a pimenta não tem muitos efeitos colaterais… E o mesmo não pode ser dito dos remédios para dor industrializados, concorda?

canela-diabetes

Canela

A canela é a especiaria que tem os níveis mais altos de oxidantes de todas. E ela é excelente para quem tem diabetes porque ajuda muito no equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue. Ingerir duas colheres de chá de canela por dia reduz o nível de glicose no organismo de 20 a 30%, além de diminuir o colesterol LDL e o triglicérides.

Além disso, acredita-se que algumas moléculas encontradas na canela, os polímeros polifenólicos, estimulem o corpo a produzir mais insulina, o que elimina o excesso de glicose no sangue. Uma pesquisa publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry provou que a atividade da insulina pode ser aumentada em até 20 vezes com alguns compostos presentes em extratos de canela.

E, como se não bastasse essa grande ajuda, a canela também é anti-inflamatória e auxilia no alívio da dor e da rigidez nas articulações e nos músculos. Para quem quer melhorar a memória e a atenção, a canela também é uma grande aliada, pois atua na função cerebral.

Que a canela tem um sabor e um aroma deliciosos, todo mundo já sabe. Mas não pense que ela combina apenas com comidas doces. Você também pode experimentar usá-la em pratos salgados, como ensopados e frituras.

tem diabetes?

Criatividade e sabor

Lembre-se: o diabetes pode ser perigoso se você não se cuidar. Ajustes na alimentação garantem um controle maior sobre os níveis de açúcar no sangue e, assim, você pode ficar mais tranquilo. No entanto, isso não significa ingerir comidas sem graça. Os temperos industrializados podem ser substituídos pelos naturais e, no final das contas, as chances são de que a sua comida vai ficar muito mais saborosa!

Por isso, vale a pena aprender a usar os temperos que indicamos aqui e criar receitas não apenas gostosas, mas saudáveis. Diminua o consumo de sal e experimente outros sabores. Temos certeza de que, com o tempo, você vai agradecer por ter procurado novas alternativas!

Qual é o seu tempero favorito? Você consegue preparar os alimentos usando pouco sal? Conte para nós um pouco mais sobre como você dá um toque especial à sua comida sem colocar a saúde em risco! Compartilhe este texto e ajude mais pessoas a terem sabor e qualidade de vida no seu dia a dia!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *